segunda-feira, 19 de julho de 2010

Crónicas das festas de S.M.Z. e intercâmbio Ibérico com a Banda Chicotén - 18/07/2010

Amiga(os)

Foi pura e simplesmente espectacular...

Agora os parabéns:
  • Parabéns ao Vasco, sem ele nada disto era possível;
  • Parabéns ao Maestro pelas palavras de incentivo dadas tanto no início como durante toda a noite, mesmo quando nós sabemos que podia ter corrido melhor o incentivo da parte do maestro nunca faltou;
  • Parabéns aos mesmos de sempre que nas horas em que todos estão já a descansar continuaram a trabalhar tanto a montar como a desmontar palcos;
  • Parabéns aos atrasados, sem eles a tradição não era o que é;
  • Parabéns ao Tiago, à Vera e ao Tozé que realmente estiveram de parabéns;
  • Parabéns a todos os músicos espanhóis, foram do melhor;
  • Parabéns aos 5 músicos e à Catarina (menina da placa do andor) que levaram o andor, obrigado pelo esforço;
  • Parabéns a todos pela magnífica procissão, quem sabe das melhores que fizemos;
  • Parabéns ao Sr. Toneco pela marcha que nós ofereceu à qual nós, a partir de ontem iremos chamar "O Amigo Toneco";
  • Parabéns à Comissão de Festas por fazer a noitada de bandas;
  • Parabéns a todos os solistas da banda Chicotén;
  • E como não podia deixar de ser, tenho que falar dos que realmente sobressaíram a nível musical, assim sendo teremos que nos levantar para o brutal solo do Hispânico por parte do Sr. Mário (incrível), dar os parabéns ao miúdo José Carlos foi o melhor solo que ouvi e ao arrepiante solo do Sr. João Carvalho que sem dúvida arrisca-se a ser o melhor bombardino do País (escusado será de dizer que para nós sempre o foi).

Para finalizar parabéns a todos os outros e aqui fica a promessa de fotos, quanto à esta noitada espero que sirva de exemplo para todas as comissões de festas futuras e que todos percebam que é uma excelente aposta.

Até breve...

6 comentários:

Presidente CE disse...

Para mim fica um amargo de boca! Por contingências que não vêm ao caso, percebemos que a presença da Banda Chicóten obrigaria a um esforço suplementar de todos os envolvidos, dado a decisão final sobre a vinda e inclusão nas Festas de Santa Marinha, só se tornou efectiva no inicio de Julho. Na tentativa de conseguir reunir as condições mínimas, acabamos por não perceber e aproveitar as potencialidades de um verdadeiro intercâmbio, na medida em que, pelo que apurei, estavam entre os músicos da referida banda, profissionais de gabarito, incluindo professores de nível superior e músicos com participação em grupos tipo quartetos de Jazz. Isso foi mais que evidente, quer na interpretação em conjunto do Fiesta en la calleta, sem qualquer tipo de ensaio, quer na forma como a maior parte, à primeira vista, agarrou os papeis da marcha "O amigo Toneco" (registo o facto de, por exemplo, o Maestro ter tocado Caixa - é percursionista e trombonista, compositor e etc...). fica a experiência para, de futuro, realizarmos um verdadeiro intercâmbio musical, com uma espécie de estágio a 2 bandas, que em tempos sugeri. Pena ainda, e que tive dificuldade em explicar os motivos, que as 2 bandas não tenham podido fazer uma ou várias refeições em conjunto, tornando o intercâmbio social muito mais forte do que o que se verificou.

Mas, foi uma primeira vez e, como tal, serve para aprendermos...

parabéns a todos os que trabalharam para esta causa, aos que patrocinaram (comissão de festas com 2 refeições, câmara com alojamento e guia turístico). fica a informação de que todas as restantes despesas foram da responsabilidade da própria banda Chicóten (transporte, pequenos almoços, refeições nos restantes dias, excepto dia 18) e, como tal, quando tivermos a oportunidade de retribuir, como é nossa obrigação moral, termos isso em conta.

Força e que, na restante época, nos lembremos da forma alegre como tocamos para que todos os nossos concertos possam ser realizados com o mesmo espírito, independentemente de estarmos sozinhos, com um grupo de cavaquinhos, cantares ao desafio, ou banda de qualquer nível.

Siul disse...

Atenção foram 5 músicos a transportar o andor, ainda esta dorido o meu ombro...

Leandro disse...

Sem dúvidas grandes festas, grande convívio com a Banda Chicoten!

Podem ter opinião diferentes da minha mas não há nenhuma festa tão importante, que se sinta tanto cá dentro como a de Santa Marinha. E noitada como a nossa também não há, diga-se o que se disser, esta foi a festa que mais me marcou em toda a minha curta vida de elemento da Banda.

O facto de termos o Ginja e o João na nossa banda foi um motivo de muito orgulho para mim, parece que nunca deixaram de vestir a nossa farda. Contribuíram, e muito, para o excelente ambiente que a banda teve, contribuíram para o desempenho dos músicos, principalmente do Tátá e do Bineco, que nunca estiveram tão motivados. E aquele solo... sem palavras, foi mais que um simples solo, foi muita coisa descrita por notas, só ao alcance de um músico como ele, não precisou de falar, tocou, nem sei se aquilo é tocar porque foi muito mais que isso... Foi fantástico, algo fora do normal, não foram só os músicos que o sentiram, foi o público também! PARABÉNS JOÃO, SÊ BEM VINDO À TUA CASA!

O Zé Carlos porque é da Banda e está a evoluir cada vez mais, grande solo!

O Mário porque fez o Hispânico dele, que sonoridade do principio ao fim, não tenho nenhum reparo a fazer-lhe, foi um hispânico a espanhol como o maestro tanto queria! É um amigo da banda e sente o espírito da banda como se fosse a dele! Espero que continue a vir cá e sempre com os queixos que nos tem habituado.

A nós todos, porque nos sentimos bem a tocar, porque nos sentimos felizes com o que fizemos, porque estamos a crescer como grupo, porque fomos uma família, e isso é mais importante que qualquer outra coisa!

Vasco os meus parabéns por todo o esforço que fizeste em trazer cá os espanhóis, só te podes sentir feliz (e muito cansado certamente)!

SirRik disse...

Sr. Enf. Luís, está corrigido ;)

Di disse...

Só umas palavras...
Concordo plenamente com o Leandro e acrescento que à parte de muita coisa estas festas serviram para mostrarr o ambiente que deve ser mantido, vivido, sentido em todaas as festas, e todos os lugares por onde a BMCPSMZ passa.

Queria agradecer a todos os que fizeram este dia possivel e dar os meus parabéns a todos os que deram o máximo.

Daniela Silva disse...

Ola ;)

Foi com muita pena minha que não pude estar no concerto da noite....ainda tentei, mas foi de todo impossivel...

Pelo que pude observar e pelos relatos que fizeram da noitada, só tenho a dar os Parabens a todos os que tornaram este dia possivel...

Todos adoraram o dia, desde os musicos aos espectadores ;)

É bom saber que ha momentos assim, espero que o ESPIRITO se mantenha ;)

Um bjinho